Cofidis Cetelem e Credibom alvo de pedidos de mediação de crédito

Abril 28, 2011
Comentários desligados

As instituições financeiras especializadas no crédito pessoal – aquelas que costumamos ver nos media a publicitarem o seus serviços apenas neste segmento, são as que mais registam processos de pedido de mediação no mediador do crédito. Ao lado destas empresas aparece um banco, o britânico Barclays. Os processos que derivam da concessão de crédito pessoal são mesmo os mais representativos no recurso ao mediador do crédito, segundo confirma o relatório agora tornado público.

Em particular, e como resulta relativamente natural destes números, as sociedades financeiras que são alvo de maior número de processos de mediação aceites são as empresas que se especializam em concedê-los.

Alvo de mais pedidos de mediação

Se ao números totais forem retiradas as empresas financeiras com menos de 3 mediações, as sociedades de crédito que apresentam uma maior incidência, comprovada pela respectiva taxa, entre o total de mediações e o volume de crédito concedido a clientes, são a Cofidis, o Cetelem (BNP Paribas Personal Finance) e o Credibom.

Estas empresas de crédito pessoal ocupam os primeiros lugares da lista, se exceptuarmos a SPGM e a ONEY, cujo peso no crédito atribuído é residual. O BNP Paribas Personal Finance registe-se, é a instituição financeira proprietária do Cetelem.

Bancos com mais queixas

Mas nem só as instituições especializadas em crédito ao consumo são alvo de pedidos de mediação. Também os tradicionais bancos são alvo destes pedidos referentes aos créditos que concedem. Neste domínio, entre os principais Bancos instalados no nosso país, o Barclays Bank é aquele que acumula desde que o mediador do crédito iniciou a sua actividade em Portugal (Junho de 2009) uma maior incidência em proporcionalidade, mais uma vez, de processos de mediação aceites. Após o Barclays Bank, nesta corrida pela negativa, vem o Santander Totta e o BPI. Se olharmos ao total dos números, sem querer estabelecer proporções em relação aos contratos de crédito concedido, então a líder neste cenário é a CGD – Caixa Geral de Depósitos. Conta com o maior números de mediações, chegando às vinte e uma. Depois, vem de novo o Santander Totta com onze processos de mediação.

Bancos com menos pedidos de mediação de crédito

A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, o Millennium BCP e o Banif podem ostentar as medalhas destes números, pois entre os bancos a operarem em Portugal, são os que registam menor incidência de processos de mediação de crédito.

VN:F [1.9.22_1171]
Avaliação: 0.0/5 (0 votos)

TOC e formadora em Contabilidade Financeira, Analitica e Fiscalidade. Colaboradora da Seguros Mais

Utilizamos cookies para análise de tráfego e personalização de conteúdo e anúncios. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Leia mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close